Discalculia e Baixo Desempenho em Matemática (4ª ed)

Estado Atual
Não Inscrito
Preço
110 €

4 a 25 Março 2023

O curso Discalculia e Baixo Desempenho em Matemática: Da identificação à intervenção, realizado em sala virtual (aulas síncronas), decorrerá entre os dias 4 a 25 Março 2023 e tem a duração de 20 horas (16 horas em aulas síncronas e 4 horas assíncronas).

Este curso pretende proporcionar a profissionais na área educativa e da saúde um quadro de referência teórico e prático na identificação, avaliação e intervenção nas Dificuldades na Aprendizagem da Matemática, na perspetiva das neurociências cognitivas, psicologia e educação matemática. Este curso procura, acima de tudo, preparar os formandos a adquirir competências que lhes permitam identificar atempadamente crianças em risco de terem dificuldades futuras na matemática, avaliar e intervir em crianças/jovens com dificuldades na aprendizagem da matemática com diferentes graus de severidade que vão desde o baixo desempenho a matemática à Discalculia Desenvolvimental.

Destinatários: Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico e Secundário, Psicólogos e Membros Estagiários da Ordem dos Psicólogos, Técnicos em Educação Especial e outras áreas da educação e saúde.

Formadora: Professora Doutora Lília Marcelino

Testemunhos

Recomendo fortemente o curso a todos aqueles que tenham interesse pelo tema ou estejam a trabalhar com crianças que apresentem dificuldades na matemática. Este curso permitiu-me conhecer melhor quais os processos básicos da aprendizagem da matemática, quais os instrumentos disponíveis para avaliar e, ainda, como poderei construir/adaptar programas de treino que trabalhem as dificuldades apresentadas pelo/a cliente. Enquanto psicóloga, vejo este curso como fundamental para melhorar a minha prática e sinto-me mais confiante sobre os passos a seguir, com base na evidência científica. Os meus parabéns e agradecimento especial à formadora!

Joana Soares

Considero a frequência deste Curso muito significativa, para todos os docentes do Ensino Especial e do Ensino Regular que se confrontam com crianças que revelam um baixo rendimento em matemática ou apresentam uma “Perturbação de aprendizagem específica com défice na matemática" (DSM-V). Nesta formação, tanto a abordagem teórica como a explicitação/operacionalização de estratégias e de atividades para recuperação/consolidação de competências matemáticas estruturais revestiram-se de qualidade e de rigor científico determinantes para um ensino de qualidade.

Cristina Ferreira

Representou uma excelente oportunidade de aprofundar os meus conhecimentos na área.

Maria Oliveira

Representou uma excelente oportunidade de aprofundar os meus conhecimentos na área.

Maria Oliveira